1.8.11

Duas verdades

Gostava dele como amigo. Beijaram-se, fizeram piadas a respeito, despediram-se com um selinho na porta de casa. A vida continua, a amizade continua, nada mudou.

Gostava dele como amante. Sentaram-se juntos, beberam, conversaram a noite toda. Na hora de ir embora, abraços. A vida continua, mas algo mudou. Apaixonou-se.

Um comentário:

Aline Barbosa disse...

/sem saber o que dizer as usual

Compartilhe!