10.2.15

Gente que corre

As pessoas que correm não são pessoas normais. Não me refiro àqueles como eu, você ou o vizinho, que correm normalmente no dia-a-dia por razões perfeitamente justificáveis, como pra não perder o ônibus ou pra chegar no banco antes que ele feche, ou até mesmo pra atacar a mesa de salgadinhos da festa do sobrinho antes que comam todas as bolinhas de queijo. Pessoas que correm, neste contexto, são as pessoas que correm por hobby, por lazer, mesmo. Quanto mais penso na ocorrência cada vez maior de pessoas que correm na minha vida - em especial, na virtual - mais concluo que eles não são pessoas como eu e você.

Gente que corre nào corre só para si. Esse papo de superação, satisfação pessoal, não cola comigo. Gente que corre o faz pelos outros. Gente que corre posta foto no instagram com o outfit do treino, geralmente algo de lycra em cores berrantes, antes de ir pra academia, porque gente que corre só gosta de correr e ficar suada em competições. Gente que corre gosta de correr no ar condicionado. Quando eu ia à academia, era fácil identificar quem era a gente que corria - eram aqueles que ocupavam as esteiras de viseira (nossa, que solzaço que faz dentro dessa academia, não é mesmo?), e que precisavam ser tirados do aparelho pelos instrutores, pois se esqueciam da regra de convivência de no máximo 15 minutos de aparelho pra deixar os gordinhos se torturarem também.

Gente que corre gosta de registrar seus momentos e conquistas para depois compartilhá-los em todas as redes sociais possíveis. Nada mais gente que corre que ter, na capa do perfil, uma foto sua rompendo a linha de chegada de alguma corrida. E aliás, que corrida cara, viu? Gente que corre paga caro pelo privilégio de correr. Pelo que vejo, gente que corre é gente da elite. Para reles mortais como nós, correr é consequência de querer economizar uns trocados. Gente que corre gasta até 150 reais para correr por duas horas numa via pública.

Gente que corre é branca, magra, bem cuidada. Vai um negro pobre correr junto no calçadão da praia! Certamente essa elite que corre vai ficar com medo de ser assaltada. Vai uma gorda correr junto! Certamente será motivo de chacotas ou, caso seja próxima, de conselhos não requisitados para otimizar sua perda de peso. Gente que corre sabe tudo de saúde, especialmente da saúde dos outros, mesmo sendo de áreas extremamente distantes da área de saúde.

Gente que corre não gosta de correr sozinho. Gente que corre tenta convencer os amigos próximos, a família, os amigos, os colegas de trabalho, os pais dos amiguinhos dos filhos e até mesmo os colegas de academia a correr também. Acompanhado é mais divertido, dizem. Gente que corre deve realmente ter um fôlego de invejar, porque mal consigo ser sociável e manter uma conversa amena enquanto subo uma escada, imagine conversar enquanto corro. Não tem condições. Gente que corre diz que isso é falta de preparo, e pode até ser mesmo, mas dou uma caixa de big big pra quem conseguir passar cinquenta minutos correndo sem parar de conversar. Ou um pacote de granola. Sei lá o que gente que corre come.

Gente que corre pode até dizer que não, mas a gente sabe bem que gente que corre gosta de ostentar suas vitórias. Fiz questão de ocultar todas as postagens de gente que corre no meu facebook, porque não sou obrigada a lidar com o estilo de vida saudável dos outros. Gente que corre está em todos os lugares, mas a gente nunca as vê porque, enquanto estamos nós correndo por obrigações da vida, eles estão bem confortáveis a bordo de seus carros, o vidro do carro fechado e o ar condicionado ligado, porque obviamente pra gostar de correr por hobby você não pode ter o costume de correr por obrigação.

Alguém devia, algum dia, organizar uma corrida especial para gente que corre. Daqui até o polo sul. Só de ida, e sem wifi no final para que ninguém poste atualizações de chegada no facebook. Só assim pra essa gente que corre deixar os sedentários por opção (grupo no qual me incluo) serem sedentários em paz, sem sentimento de culpa por estar num sábado de manhã dormindo de ressaca em casa, em vez de correndo em algum parque sob o sol com outras 50 pessoas.

Porque gente que corre causa esse efeito. Queríamos ter essa energia toda, mas o conforto de nossa cama e de um bom filminho na TV nos impede de cedermos ao lado que corre da força. Gente que corre faz a gente se sentir culpado por ser feliz do nosso jeito.

Nenhum comentário:

Compartilhe!