10.1.11

T Revisited

Te defendi contra tudo e todos
E te acolhi na hora de necessidade
Confiei a teus ouvidos meus problemas
E a teus ombros, minhas lágrimas
Fui cúmplice em teus pecados
Parceira nas noites de farra
Amiga quando nada mais te restava.

Sequei teu choro
Afaguei teus cachos
Penetrei tuas intimidades
Compartilhei teus sonhos
Guardei teus segredos

E de tanto amor que sentia
Relevei tuas falhas,
Por tantas que fossem.

Te amei demais, pequena.
Como irmã ou como amante, já nem sei.
E em troca, a punhalada mais funda.

Te extirparia da minha vida se pudesse, como o câncer que você se tornou.

Nenhum comentário:

Compartilhe!