17.11.10

Medo de quê?

Eu não conseguia olhar nos seus olhos porque tinha medo de que os meus me traíssem. Medo, muito medo, de que eles gritassem com toda sua força o nome daquele sentimento que eu insistia em esconder. Medo de que a intensidade do meu olhar te assustasse e te afastasse pra sempre de mim. E agora meu medo é de que seus olhos estivessem procurando os meus o tempo todo e eu, esquiva e assustada, não te tenha deixado se aproximar. Medo de ter te afastado pra sempre.

No fim das contas, sempre peco mais pelo meu medo de estar só.

Nenhum comentário:

Compartilhe!